Tratamento Endovascular de hum roto …

Tratamento Endovascular de hum roto …

Tratamento Endovascular de hum roto ...

Abstrato

Palavras-chave: Doença de Behet Pulmonar aneurisma da Artéria, hemoptise, embolização, Amplatzer Vascular Tomada, intervencionista radiologia

INTRODUÇÃO

De according com OS criterios de diagnóstico do Grupo Internacional de Estudo da BD (1), o diagnóstico E Feito na detecção de úlceras orais e cabelo Menos Dois dos seguintes criterios: úlceras genitais recorrentes, lesões oculares, incluíndo uveíte e vasculite da retina, lesões nd Pelé e teste de patergia positiva Pelé (Formação de pústula 24-48 horas apos cutâneo).

Para O Nosso Conhecimento há poucos RELATOS Sobre a Gestão endovascular de Emergência dos aneurismas da arteria pulmonar (AAP) em BD, mas em nenhuma delas foi a Amplatzer Vascular Plug (AVP-AGA Medical Corp. Plymouth, MN, EUA), Utilizado Como hum agente embólico.

RELATO DE CASO

O Paciente Não Se queixou de febre OU calafrios. Além Disso, o Seu nivel de hemoglobina foi de 11,1 g / dL e hematócrito foi de 35,3%. A Uma pulso mostrou oximetria de dessaturação Moderada um ambiente em ar de 86%.

aneurisma de arteria pulmonar rompido TRATADO COM Ampltazer Vascular ligá 4.

Consentimento Informado POR Escrito parágrafo a embolização foi obtido a Partir do Paciente. Apos a colocação de hum 5 Fr introdutor bainha (Cordis, Miami, FL, EUA) na veia femoral Direita soluçar anestesia local, Uma angiografia pulmonar de diagnóstico (Axiom Artis; Siemens Medical Solutions, Erlangen, Alemanha) confirmou o PAA não lobo Esquerdo superiores (Fig. 1C). Uma Artéria fazer segmento foi posterior de Approximatif 5 milímetros de Diâmetro sem colo do aneurisma. Um cateter 4 Pe Cobra (Tempo fazer do Aqua; Cordis Corporation, Miami, FL, EUA) introduzido foi na Artéria fazer segmento posterior com a Ajuda de Roadmapping correio digital hum 0,035 polegadas de, de 180 centímetros de fio Guia angular (Radifocus; Terumo, Tóquio , Japão). O PAA com embolização com hum AVP 8 mm 4 (Fig. 1D). Repita angiografia Apos uma embolização confirmou a oclusão do aneurisma (Fig. 1D). O Paciente Não Tem QUALQUÉR Outra hemoptise sem Período pós-embolização Imediata, e SUA saturação de Oxigênio aumentou progressivamente.

A radiografia de tórax sem dia 3 Apos uma embolização mostrou Resolução parcial do lobo-tipo alveolar superior opacidade Esquerda (Fig. 1E), EO Paciente recebeu Alta Nenhuma dia 4 com uma profilaxia Antibióticos e hum imunossupressor regime.

DISCUSSÃO

Doença de Behet, E a principal causa de PAA (5). O Primeiro Caso de Problemas pulmonares BD-Associados foi publicado em 1959 (6), e MUITOS Outros Casos, com Vários Problemas pulmonares Já were relatados. A Prevalência de Problemas pulmonares em Doentes com tuberculose varia Muito, de 1% a 18%. Como principais Caracteristicas do Envolvimento pulmonar São PAAs, trombose arterial e venosa, pulmonar infarto, Recorrente pneumonia, bronquiolite obliterante, pneumonia Organizada e pleurisia (1). Doenças pulmonares estao between como Causas Diretas de morte Mais Comuns em BD. Como taxas de Sobrevivência de 1 e 5 Anos de patients Bipolares com PAAs São 57% e 39%, respectively (6).

Uma Variedade de Modalidades de Tratamento, Tais Como a imunossupressão, a Cirurgia, a anticoagulação e embolização, utilizados TEM Sido NA Administração de SAP em BD.

Por causa da Natureza da Doença, Cirurgia de Emergência acarreta hum Risco Elevado de Complicações, Tais Como fugas perivasculares, trombose fazer enxerto, e fístulas (3); recorrência de hemoptise, TAMBÉM TEM SIDO relatado, em Alguns patients (2). Aneurysmorrhaphy, lobectomía, pleurectomy bilobectomia, aneurismectomia, e pneumonectomy were todos utilizados na Gestão dos patients com TB com PAAs (6). O Tratamento Cirúrgico TEM a desvantagem da necessidade potencial de toracotomia repetido Por Causa da Formação de aneurisma Recorrente. pós-operatória cicatrização PODE Ser comprometida Porque a maioria dos patients estao Tomando corticosteróides a Longo Prazo, o that also aumentou o Risco de Infecção (2. 6). Como PAAs geralmente ocorrem bilateralmente, aumento da pressao da arteria pulmonar Apos um lobectomía PODE resultar em aumento do * Tamanho do Outro PAAs morte com ruptura e posterior (6). Devido a estas desvantagens e um Elevada taxa de Mortalidade de terapia Cirúrgica, Tratamento endovascular PODE Ser Uma alternativa Razoável parágrafo Cirurgia na Presença de hemoptise com Risco de vida.

A Última Geração de AVP (AVP 4) e Um Dispositivo auto-expansível Feito de Dois lóbulos de malha fina de fio de nitinol, e ESTÁ available in Tamanhos de 4-8 mm de Diâmetro, em incrementos de 1 mm. bandas de platina Marcadores em Ambas Extremidades como fazer Dispositivo tornam Altamente visíveis soluço fluoroscopia. A AVP 4 TEM UM Anexo microparafuso Ligado a Uma 155 centímetros de comprimento, fio de Aplicação revestida com PTFE.

Referências

2. Cantasdemir H, F Kantarci, Mihmanli I, Akman C, Numan F, Islak C, et ai. Gestão de Emergências endovascular dos aneurismas da arteria pulmonar na Doença de Behet: Relato de Dois Casos e Uma Revisão da literatura. Cardiovasc Intervent Radiol. 2002; 25: 533-537. [PubMed]

3. Cil BE, Geyik S, Akmangit I, Cekirge S, Besbas N, Balkanci F. A embolização de aneurisma hum de arteria pulmonar gigante da Doença de Behçet com o Uso de cianoacrilato ea "Técnica de Bolha". J Vasc Interv Radiol. 2005; 16: 1545-1549. [PubMed]

4. Parque JH, Han MC, Bettmann MA. Manifestações arteriais da Doença Behet. AJR Am J Roentgenol. 1984; 143: 821-825. [PubMed]

5. Cil BE, Turkbey B, Canyiit M, Kumbasar OO, Celik G, Demirkazik FB. Transformação de hum aneurisma de arteria pulmonar gigante rompido em Uma cavidade de ar apos uma embolização percutánea em Paciente de hum Behet. Cardiovasc Intervent Radiol. 2006; 29: 151-154. [PubMed]

7. Tunaci M, Ozkorkmaz B, Tunaci A, Gl A, Engin G, Descobertas Acuna B. CT de aneurismas da arteria pulmonar Durante o Tratamento Para a Doença de Behet. AJR Am J Roentgenol. 1999; 172: 729-733. [PubMed]

8. P Lacombe, L Frija, Parlier H, Lang F, Hamza H, Hamza R, et al. embolização transcateter de Múltiplos aneurismas de artérias pulmonares na síndrome de Behet. Relato de Um Caso. Acta Radiol Diagn (Stockh) 1985; 26: 251-253. [PubMed]

9. Lacombe P, Qanadli SD, Jondeau L, O Barr, Mesurolle B, Mouas H, et al. Tratamento de hemoptise na síndrome Behet com embolização pulmonar e brônquico. J Vasc Interv Radiol. 1997; 8: 1043-1047. [PubMed]

10. Pollak JS, Branco RI. Jr A utilização de Adesivos de cianoacrilato na embolização Periférica. J Vasc Interv Radiol. 2001; 12: 907-913. [PubMed]

Artigos de Korean Journal of Radiology São fornecidas here cortesia de Sociedade Coreana de Radiologia

mensagens Relacionados