Cervical espondilótica mielopatia … 11

Cervical espondilótica mielopatia … 11

Cervical espondilótica mielopatia ... 11

APRESENTAÇÃO LIVRE. Comprar Acesso Pará on-line ler uma Deste Artigo Versão completa.

WILLIAM F. YOUNG, M.D. Temple University Hospital, Philadelphia, Pennsylvania

Am Fam Physician. 2000 01 de setembro; 62 (5): 1064-1070.

Artigo Seções

mielopatia espondilótica (CSM) E o Distúrbio da medula espinhal Mais Comum em PESSOAS COM Mais de 55 ano de Idade na América do Norte e TALVEZ do Mundo. Como o Número de Pessoas idosas Nos Estados Unidos aumenta, a Incidência de CSM provavelmente Ira Aumentar. Em hum Estudo prospectivo DESTINADO A definir com Mais Precisão uma Incidência da CSM, 23,6 POR cento dos 585 patients com tetraparesia OU paraparesia Admitidos num centro de neurociência regional, Reino Unido tinha CSM.1 Um Geral Prevalência na População E Desconhecida.

Fisiopatologia da CSM

Ir para Seção +

A tomografia axial Computadorizada Exibindo osteófitos ventral prementes sem espinal canal.

A tomografia axial Computadorizada Exibindo osteófitos ventral prementes sem espinal canal.

Fatores Mecánicos Dinâmicos em mielopatia espondilótica. (Esquerda) Durante a flexão, a medula espinhal E esticada Sobre Cumes osteophytic ventral. (Direito) Durante a Extensão, o ligamento amarelo PODE Fivela Para a medula espinhal reduzindo o Espaço PARA O cabo.

Fatores Mecánicos Dinâmicos em mielopatia espondilótica. (Esquerda) Durante a flexão, a medula espinhal E esticada Sobre Cumes osteophytic ventral. (Direito) Durante a Extensão, o ligamento amarelo PODE Fivela Para a medula espinhal reduzindo o Espaço PARA O cabo.

História clínica

Ir para Seção +

Pacientes com CSM terá geralmente Estes síntomas: rigidez de nuca; OU unilateral profunda bilateral, Dores no Pescoço, Braço e dor no Ombro; e, possivelmente, rigidez OU imperícia Durante a Caminhada (Tabela 1). CSM geralmente se DESENVOLVE insidiosamente. Nos Estágios Iniciais da CSM, Queixas de rigidez fazer Pescoço São Comuns Por Causa da Presença de spondylosis.10 cervical Otras Queixas Comuns avançadas incluem crepitação não Pescoço com o o Movimento; brachialgia, Que É caracterizada Como Uma dor aguda na Fronteira Pré- OU pós-axial do Braço, cotovelo, pulso OU OS DeDos; hum Sentimento dolorido maçante sem Braço; e dormência OU formigamento NAS Mãos.

Apresentação clínica de Cervical espondilótica mielopatia

Dor APOS Uma Distribuição de dermátomo estereotipado E referido Como hum radiculopatia, em vez de mielopatia UMA. Por Exemplo, em Pacientes com Uma hérnia de disco Entre a sexta e sétima vértebras, a dor IRRADIA PARA O Ombro, Braço, cotovelo e DeDos indicador e Médio. E normalmente unilateral. Dormência e Fraqueza seguem uma MESMA Distribuição. Alguns patients apresentam Sinais e síntomas de radiculopatia e mielopatia.

O sintoma característico da CSM E Fraqueza OU rigidez na legs.10. 11 patients com CSM TAMBÉM PODEM apresentar instabilidade da marcha. Fraqueza UO falta de jeito das Mãos em Conjunto com a Pernas also E Característica do CSM. Os síntomas PODEM Ser assimétricas em especial NAS Pernas. A Perda de Controle do esfíncter OU incontinencia franca E rara; No entanto, Alguns PACIENTES PODEM queixar-se de UMA Ligeira hesitação na micção.

Física e Exame Neurológico

Ir para Seção +

O Exame físico e Neurológico E USADO parágrafo Confirmar a Presença da Disfunção da medula espinal. Flexão do Pescoço PODE causar Uma sensação de choque elétrico generalizado parágrafo Baixo Do Centro da parte de Trás, 10 referido Como o Sinal de Lhermitte (Tabela 1). Atrofia das Mãos, particularmente a musculatura intrínseca, Presente PODE Estar.

Imagem e Estudos de diagnóstico

Ir para Seção +

Um magnética Ressonância (MRI) da Coluna cervical E o Procedimento de ESCOLHA Durante o Processo de triagem inicial de patients com Suspeita CSM.15 MRI E Não-invasivo e fornece Imagens da Coluna vertebral e medula espinhal em Vários Planos (Figura 3). Além de dar Uma Avaliação do grau de estenose do canal vertebral, Uma Ressonância Magnética PODE identificar lesões da medula espinhal intrínseca that also PODE se apresentar com mielopatia (Por Exemplo, Tumores). alterações Alta observado Sinal na espinal medula de patients com CSM PODE Indicar mielomalácia OU Danos na medula espinal permanente.

Ressonância Magnética sagital Exibindo estreitamento do canal vertebral Como resultado de Anteriores hérnia de discos / osteófitos e posterior flambagem do ligamento amarelo hipertrofiado.

Ressonância Magnética sagital Exibindo estreitamento do canal vertebral Como resultado de Anteriores hérnia de discos / osteófitos e posterior flambagem do ligamento amarelo hipertrofiado.

A Computadorizada tomografia (TC) E complementar parágrafo IRM (Tabela 2). TC PODE dar Uma Avaliação Mais Precisa da Quantidade de comprometimento do canal Porque E superiores a Ressonância Magnética Para a Avaliação do Osso (osteófitos) 0,16 Mielografia UO um Injecção intratecal de hum agente de contraste E USADO em Conjunto com CT. Desde o advento da IRM, a utilização de mielografia diminuiu; Não entanto, ELE AINDA fornece Informações Úteis em Alguns Casos, parágrafo o Planejamento Cirúrgico. Radiografias convencionais, isoladamente São de Pouca Utilidade Como hum Procedimento diagnóstico inicial.

Criterios Diagnósticos parágrafo do colo do útero espondilótica mielopatia

Ir para Seção +

Avaliar a eficacia de QUALQUÉR Estratégia de Tratamento Especial para CSM E Difícil Porque OS Relatórios mostram that Mais de 18 POR cento dos patients com CSM vai melhorar espontaneamente, 40 POR cento vai estabilizar e Approximatif 40 POR cento IRA deteriorar-se se NÃO Houver Tratamento E given.19 Infelizmente, uma corrente Compreensão da CSM NÃO permite Que OS Médicos do Pará Prever o curso de hum Paciente. Além Disso, a literatura Sobre Varias Estratégias de Tratamento (Cirúrgico e NÃO Cirúrgico) Para CSM E falho devido à falta de Estudos prospectivos controlados.

Tratamento Cirúrgico NÃO

TRATAMENTO Cirúrgico

imagiologia de Ressonância Magnética pós-operatória do Paciente na Figura 3, Que Mostra descompressão adequada da medula espinal APOS laminectomia posterior de Múltiplos níveis.

imagiologia de Ressonância Magnética pós-operatória do Paciente na Figura 3, Que Mostra descompressão adequada da medula espinal APOS laminectomia posterior de Múltiplos níveis.

última comentário

Ir para Seção +

CSM E UMA causa Comum de incapacidade em PESSOAS idosas. Porque espondilose e Um Como Idade Achado universal do Paciente, E Importante correlacionar historia clínica e Achados neurológicos com Estudos radiográficos. RM E o Estudo radiográfico Mais Útil Para quantificar o grau de estenose e excluindo OUTRAS patologias. O Tratamento Atual permanece controversa não Que Diz Respeito Ao Tratamento Cirúrgico e NÃO Cirúrgico. No futuro, Estudos randomizados prospectivos PODEM Ser Necessários Para estabelecer Definitivamente como Diretrizes de Tratamento. Atualmente, a descompressão Cirúrgica E apropriado parágrafo MUITOS patients sintomáticos.

O autor

WILLIAM F. YOUNG, M.D. E Professor Associado de neurocirurgia e fisiologia na Temple University School of Medicine, da Filadélfia. ELE TAMBÉM E Diretor do Programa de neurospine nenhuma Hospital da Universidade Temple, Filadélfia. Dr. Young recebeu Seu grau médico da Cornell University Medical College, New York, NY e recebeu Treinamento em neurocirurgia e Cirurgia Reconstrutiva espinhal nenhuma Hospital da Universidade Temple.

Endereço para correspondência William F. Young, M.D. Temple University Hospital, 3401 N. Broad St. Philadelphia, PA 19140. Reprints NÃO estao Disponíveis a Partir do Autor.

REFERÊNCIAS

12. diagnóstico diferencial Patten J. Neurological. 2d ed. New York: Springer, 1996.

mensagens Relacionados

  • Cervical espondilótica mielopatia … 21

    O Que É Cervical espondilótica mielopatia? mielopatia espondilótica E o Distúrbio da medula espinhal Mais Comum em PESSOAS COM Mais de 55 ano de Idade. Um Geral Prevalência na População …

  • Estenose cervical espinhal – mielopatia …

    Estenose espinal CERVICAL E mielopatia ISSO TAMBÉM E Conhecido como Cervical espondilótica mielopatia e REFERÊ-se Ao estreitamento do canal vertebral da Coluna vertebral sem Pescoço de …

  • Espondilose cervical com mielopatia, c compressão da Coluna.

    This Condição E a Doença Mais Comum, causando Disfunção da medula espinal (conhecida Como mielopatia) e Os Resultados de compressão da medula espinal. A maioria dos patients com ESSA Condição São …

  • mielopatia cervical Tratamento …

    Ambas Abordagens conservadoras (Não Cirúrgico) e cirúrgicas estao available parágrafo TRATAR uma mielopatia espondilótica. Tratamento O Tratamento Não-Cirúrgico geralmente consiste do de Uma Combinação de …

  • Estenose cervical com mielopatia … 4

    estenose do colo do útero Significa Que Existe estreitamento na Coluna vertebral na Região do Pescoço (colo do útero). O termo estenose Significa Simplesmente estreitamento na médica Terminologia. A estenose, or estreitamento, PODE ocorrer …

  • Cervical espondilótica mielopatia … 17

    Mudanças abstratas Relacionadas A Idade na Coluna vertebral resultar em Uma série degenerativo Conhecido como espondilose. Influências genéticas, Ambientais e ocupacionais PODEM desempenhar UM PAPEL. Estes espondilótica …