A Infecção POR hepatite B e C Clínica …

A Infecção POR hepatite B e C Clínica …

A Infecção POR hepatite B e C Clínica ...

Palavras-chave: Odontologia, hepatite, Gestão, Transmissão

Uma Revisão meticulosa da literatura foi realizada, that contratou a maioria dos Artigos publicados em Revistas e Jornais Relacionados com o Objecto da hepatite B e C em odontologia. A Revisão em si começou com uma busca de palavras-chave Relevantes Relacionados com a hepatite B e Infecção C Como a Transmissão da hepatite, Manifestações orais da hepatite e Tratamento odontológico de hepatite B e Exposição da hepatite C em Vários Motores de busca, incluíndo PubMed . publicados Relatórios APENAS nenhum idioma ingles were incluidos NA Revisão. A luz do Ponto da Presente Revisão E Sobre a Prevalência da hepatite B e C Infecção e SUAS Diversas Manifestações orais, implicações, e Gestão clínica. A Pesquisa also Alvo de Medidas de Controle de Infecção e Estratégias preventivas em Relação a Transmissão e profilaxia pós-Exposição de HBV e Infecção cabelo vírus HCV.

O vírus é Sua Transmissão

HBV e Um vírus de ADN pertencendo à Família Hepadnaviridae. E Um Complexo de 42 nm de particulas de dupla casca. A UO envelope superficie externa do vírus Contém o antigénio de superficie da Hepatite B (HBsAg). ELE Abrange Uma icosaédrica da nucleocapside interna 27 nm (núcleo), Que Contém o antigénio do núcleo da hepatite B (Ag Hbc). No interior do núcleo, Não e Um ADN de Cadeia dupla circular e Uma polimerase de ADN. [13]

Vírus da Hepatite C e Um vírus RNA pertencente à Família Flaviviridae. Genéticamente grupos Virais Distintos evoluíram com 9 genótipos Diferentes de Hepatite C e 40 subgrupos Diferentes. [14] As Fontes de contágio incluem Transfusão de Sangue, Exposição percutánea atraves de Instrumentos contaminados, e Exposição ocupacional a sangue. [7] Os individuos com Maior Risco São hemofílicos, Pacientes em diálise, e Usuários de drogas parenterais. Otras vias de Transmissão São e sexual Contato como turnos Perinatais e idiopáticas. Como principais Caracteristicas do VHB e VHC resumidos estao na [Tabela 1]. [15]

Tabela 1: Características da hepatite B e vírus C

Click here to see

A Apresentação Clínica da Doença

Cerca de 30-50% dos Adultos e Crianças desenvolvem Doença clínica típica da hepatite B Apos um inicial Exposição Ao HBV. O Período de Incubação Para a hepatite B, geralmente, varia de 60 a 150 dias. [15] Os Primeiros Sintomas Que ocorrem Antes icterícia incluem síntomas constitucionais Como mal-estar, fadiga, anorexia e Por Um Período de 1-2 Semanas. Na fase aguda, Os Sinais e síntomas Clínicos Típicos incluem náuseas, vómitos, dor abdominal, icterícia e. Em Alguns Casos, erupções cutâneas, PODE ocorrer NAS Dor Articulações, E a artrite. A hepatite B aguda PROGRIDE parágrafo Infecção chronic POR HBV EM 30-90% das Pessoas infectadas Como lactentes e Crianças Jovens e de Durante a adolescência UO na Idade adulta em torno de lt; 5% das Pessoas infectadas PODEM desenvolver Infecção crónica. A Infecção chronic com Resultados HBV na Doença hepática crónica, incluíndo cirrose hepática e carcinoma hepatocelular. [15]

Na maioria dos Casos, o aparecimento de Infecção POR hepatite C NÃO E reconhecido, pois OS síntomas Clínicos São MUITAS vezes leves e clinicamente NÃO aparente. Em Casos sintomáticos, como Características Clínicas incluem mal-estar, náuseas, vômitos, desconforto abdominal, fezes Claras, urina Escura e icterícia. Entre 70% e 80% Infecções desenvolvem crônicas. A Infecção crónica E Definida Como a Infecção persiste POR Mais de 6 meses com Alguma Evidência de hepatite. O termo crónica REFERÊ-se a Duração da Infecção e NÃO com a Gravidade da Doença. A Infecção crónica da hepatite C conduz a hum AMPLO espectro de Doenças de Fígado, variando de hepatite Ligeira uma cirrose, Cancro do Fígado e, Finalmente, um Insuficiência hepática EM 10% DOS individuos infectados. [15], [16]

Hepatite B e C na cavidade bucal

Manifestações bucais de hepatite B e C Infecção

Manifestações na cavidade bucal incluem líquen plano, síndrome Sjgrens e sialadenite, algumas Formas de câncer oral, tambem Vistos PODEM SER. [16] Além Disso, patients com cirrose PODEM ter trombocitopenia devido Ao hiperesplenismo OU Tratamento com interferon. [22] Em patients com Doença hepática, a hemostasia prejudicada Resultante PODE se manifestar na boca Como petechiaes OU gengival sangramento excessivo com menor trauma. Isto É especialmente sugestivo se ocorrer na ausencia de Inflamação. Portanto, cuidado especial DEVE Ser Tomado Durante um QUALQUÉR tipo de Cirurgia, or via oral de Outra forma; hemorragia sepultura PODE Acontecer Como resultado da escassez de Factores de coagulação. Existe Uma interessante Correlação Entre o aumento da Prevalência de diabetes em patients com Doença hepática chronic, devido à Gravidade da Doença hepática UO Ao Tratamento com interferon. HCV PODE actuar Como hum fator Independente diabetogénico. [22] Para o dentista ESTA Associação TEM implicações IMPORTANTES Porque o diabetes ESTÁ Associado com Mudanças significativas na cavidade oral, Tais Como aumento da Frequência da Doença periodontal, estomatite, candidiase, queilite, leucoplasia bucal e cárie Dentária.

O líquen plano bucal e hepatite

Líquen plano E UMA Doença mucocutânea de causa incerta Que afecta a mucosa oral. ESTA Bem documentado Que a Doença representação Uma RESPOSTA imune mediada POR Células. [23] A SUA Prevalência na População los Geral varia Entre 0,1% e 2,2%, [24] e Os criterios de diagnóstico de LPO São baseados em Características Clínicas e histopatológicas da Condição. [25] E classificada Como reticular, placa, atrófica, Erosiva UO bolhoso de according com uma Apresentação clínica. [25] O estresse emocional, Distúrbios imunológicos, disfunções neurológicas, e Os vírus São Possíveis Fatores etiológicos. [26], [27] A Prevalência de LPO e queratólise sem Caroço nenhum grupo transportador HBs Ag foi Encontrado Para Ser significativamente Elevada. [28] HBs Ag positividade PODEM induzir OU causar propensão parágrafo LPO e sem caroço queratólise com Algum Mecanismo that NECESSITA de Ser elucidados. [28] MUITOS Estudos e Relatórios sugerem Uma Correlação positiva Entre um Prevalência de hepatite C e LPO, mas Alguns Deles AINDA permanecem controversos. [29], [30], [31], [32] Um Relatório RECENTE Sugere Caso Uma Correlação Entre como drogas e interferões utilizados Para o Tratamento de hepatite C com uma Manifestação extra-hepáticas, Tais Como LPO. [33] Alguns Autores sugerem that patients com HCV devem Ser submetidos a Exames orais Periódicas e OS PACIENTES COM LPO devem Ser submetidos a testículos de despistagem Pará um Infecção POR HCV. [34] A Relação epidemiológica Entre LPO e hepatite C TEM SIDO relatada [35], [36] nomeadamente do tipo erosivo [37], [38], [39] e lesões assimétricas Sobre a bucal mucosa. Foi visto Que a Prevalência de LPO Associada com hepatite C apresenta Variações Geográficas. [36], [37], [38], [40], [41] Variações genéticas between como Populações parecem Ser o diretor Fator responsavel Diferenças POR essas. [42]

disfunções da glândula salivar e hepatite

Tratamento de Doentes com hepatite B e C Infecção não Escritório dental

Os Problemas Mais IMPORTANTES e Frequentes Associados à hepatite B e C em Ambientes Odontológicos incluem o Risco de contágio viral POR parte dos Profissionais de Medicina Dentária e resto de patients (cross-Infecção), o Risco de hemorragias em Doentes com Doença hepática sepultura, e alterações no metabolismo de Certas substancias droga Que aumenta o Risco de Toxicidade. [1] Verificou-se that HBV e HCV Existir em varias Superfícies NA Operatório dentários MESMO MUITOS dias apos o Tratamento de Doentes Positivos com hepatite B e C. [46] HCV PoDE Manter-se estavel À temperatura Ambiente Durante Mais de 5 dias. [47] Por ISSO, como precauções Normais, E ISTO, a utilização de Métodos de barreira, com Medidas de Esterilização e Desinfecção correctas, DEVE Ser seguido. [1] Como Técnicas de Esterilização convencionais geralmente Eliminar Proteínas Específicas e Ácidos nucléicos (ADN de HBV e HCV RNA) de Instrumentos Dentários previamente infectadas com HBV e HCV.

No Caso de haver Uma Exposição Acidental, Siga Estes Passos:

  1. Lavar cuidadosamente a esfregar ferida sem, como esta PODE inocular o vírus em Tecidos Mais profundos, de Durante Vários Minutos, com Sabão e Água, uo utilizando hum desinfectante de eficacia estabelecida contra o vírus (Soluções de iodo OU formulações de cloro). Alguns Autores sugerem Que a pressao DEVE Ser Aplicada POR Baixo fazer Nível da ferida Para induzir uma hemorragia e, Assim, Ajudar a evacuar QUALQUÉR de material infeccioso Possível. [48] ​​todavia, tal Fato TEM SIDO Fortemente validada. A lógica por Trás destas Medidas consiste do em Recolher o Número de unidades Virais parágrafo hum valor inferior a contagem Limiar requerido parágrafo causar um Infecção (a infecciosa dose). Neste SENTIDO, a diluição com Água PODE Diminuir a carga viral parágrafo hum valor inferior a este Limiar. [49]
  2. A História médica e clínica detalhada completa do Paciente DEVE Ser Registrado parágrafo Descartar Possíveis Riscos. [50]

O diagnóstico da Doença

Gestão de Exposição Ao vírus da hepatite B

Tabela 2: RECOMENDAÇÕES parágrafo Profilaxia pós-Exposição Para a hepatite B

Click here to see

Gestão de Exposição Ao vírus da hepatite C

Tabela 3: RECOMENDAÇÕES parágrafo Profilaxia pós-Exposição parágrafo hepatite C

Click here to see

Antes de TRATAR UM Paciente infectado com hepatite B OU C, Uma Compilação de Uma História clínica detalhada E essencial Antes de Tratamento dentario Para identificar patients Que levantam Possíveis Riscos, [50] Junto com hum Exame completo oral. Consulta com o médico OU Especialista do Paciente E aconselhável estabelecer hum plano de seguro e Adequado Tratamento Adaptado Para uma Condição Médica do Paciente [52], considerando o grau de comprometimento funcional do Fígado envolvida. [1] O Exame da cavidade oral, DEVE avaliar quaisquer Sinais de alerta Para a existencia de Doença sistémica. O Paciente DEVE Receber Uma explicação Sobre os Riscos Associados com o treatment, e Consentimento Informado DEVE obtido sor. Em individuos com hepatite chronic, E Importante Para determinar a Possível existencia de Distúrbios Associados (Processos auto-imunes, diabetes, etc.) para Prevenir SUAS Complicações Diretas e Problemas Derivados do USO Específico de Medicamentos (corticosteróides e / ou imunossupressores). Doença do Fígado PODE Ser MUITAS vezes Associada com Uma diminuição na Concentração do fator de coagulação do plasma. [2], [3] No Caso de QUALQUÉR Procedimento invasivo, DEVE Ser realizada sas patients, Os testículos de coagulação e Hemostase pingos São Necessários, Que incluem hemograma completo, tempo de sangramento, tempo de protrombina / Razão Normalizada Internacional (INR), Tempo de trombina, tempo, e testículos de tromboplastina bioquímica do Fígado [1], [55] EO hematologista e hepatologist TAMBÉM DEVE Ser consultado.

EM MUITOS Casos, a discriminação EO estigma OU medo e Experiência do Passado PODE impedir como PESSOAS COM hepatite B OU C de aceder a Serviços de Saúde Odontológicos e Outros. Portanto, DEVE-SE Fazer hum esforço Pará assegurar Uma Abordagem acolhedora e imparcial parágrafo TRATAR de Todos os Clientes, parágrafo garantir a Prestação de Cuidados de Saúde eficazes e follow-up. A Prevenção e Um Aspecto Importante nenhuma Controle da disseminação Desta Infecção viral Como Uma epidemia. Fatos Sabendo, tendão Conhecimento Adequado e bom Comportamento e atitude em relaçao a Aspectos Clínicos da Infecção e na Direção dos patients São Fundamentos de Pará Evitar uma PROPAGAÇÃO destas Infecções.

mensagens Relacionados

  • Hepatite C Sinais – síntomas, Sinais hepatite c.

    A E UMA hepatite C das Três Infecções Virais that PODEM afectar o Fígado e como SUAS funcoes. This Doença PODE Ser tratada e contida se estiver preso NAS Fases Iniciais, não entanto, tarde …

  • A hepatite D (HDV) Infecção provoca …

    A Infecção com o vírus da hepatite D (HDV), delta OU agente, ocorre APENAS em PESSOAS Que Já estejam infectadas com o vírus da hepatite B (VHB). Infecção cabelo VHD PODE tornar um Infecção POR HBV Mais sepultura. Dentro …

  • A hepatite B vírus Infecção pelo, hepatite b Doença.

    Atualizado 06 de abril de 2016 Nos Estados Unidos, cerca de 1,5 Milhões de Pessoas estao infectadas com o vírus da hepatite B. No entanto, em Todo o Mundo, cerca de 400 Milhões de Pessoas TEM o vírus, com a maioria destes. ..

  • Como Características Clínicas da hepatite …

    Sumário Infecção cabelo vírus da hepatite C (VHC) causa uma crónica hepatite, O Que frequentemente conduz a fibrose hepática e carcinoma hepatocelular (HCC). A aminotransferase alanina (ALT) e Um biomarcador …

  • Cura Para a hepatite C, cura Para a hepatite.

    ACTUALMENTE, Não Existe cura da hepatite C Garantida. Em Alguns Casos, o Corpo de uma pessoa vai Lutar contra a Infecção da hepatite C – servindo Como Uma cura parágrafo natural de uma Doença. Não entanto, uma maioria …

  • CEUFast – Hepatite C Além da …

    Este módulo IRA discutir a epidemiologia, fisiopatologia, e Transmissão fazer vírus da hepatite C, e o Curso Clínico e Tratamento da Infecção POR hepatite C. APOS Terminar este …